De fato, diversas empresas estão conseguindo economizar com a logística reversa através de alterações simples em seus processos. Muitas empresas acabaram de descobrir que além da questão ambiental, ela pode ajudar do ponto de vista financeiro.

Algumas mudanças na forma de conduzir os descartes e a destinação dos materiais podem ser determinantes para esta economia.

É exatamente sobre estas mudanças e sobre como o tema da logística reversa deve ser tratado do ponto de vista econômico, que falaremos neste artigo. Confira nos tópicos a seguir.

O correto conceito de logística reversa

A logística reversa não é um conceito que se aplica apenas à área ambiental. Na verdade ela significa a prática de transporte, alocação e distribuição de materiais no sentido reverso.

  • Enquanto na logística tradicional o fluxo de materiais ocorre do centro para as pontas (indústrias > distribuidores > consumidores), a logística reversa faz exatamente o contrário (consumidores > tratadores > indústrias). A ideia é possibilitar que materiais que não estejam em pleno uso, possam se reintegrar à cadeia produtiva. Desta maneira evita-se o seu descarte.

Assim, a logística reversa pode se aplicar tanto a produtos no fim da vida útil, quanto itens fora de especificação.

Deverá portanto, ser feito um trabalho de coleta e reinserção na cadeia produtiva para cada material trabalhado.

Qualquer empresa pode praticar a logística reversa?

É importante entender que praticar a logística reversa é diferente de participar dela.

Assim, um pequeno escritório com três ou quatro funcionários pode enviar os materiais (papéis, pilhas, etc.) para a reciclagem. Contudo, ele estará apenas participando da logística reversa e não a executando.

A execução de logística reversa tem a ver com a existência de um processo sistemático.

Nele os materiais necessariamente passarão por etapas de triagem e envio a organizações responsáveis por executar o restante do ciclo.

Desta forma, uma empresa de software que tenha um processo claro de destinação de seus computadores estará praticando a logística reversa.

Isso porque sua destinação não é algo eventual ou esporádico, mas recorrente e sistêmico.

Como sua empresa pode economizar com a logística reversa?

Muitos gestores têm se perguntado sobre como suas empresas podem economizar com logística reversa. Separamos neste artigo 3 passos simples para o alcance deste fim:

  • Passo 1 – conheça as possibilidades de reaproveitamento de seus resíduos

Há gestores que nem sequer sabem como seus resíduos podem ser reaproveitados.

Este é o passo mais simples de se executar, pois há informação em abundância na internet e em materiais especializados.

Neste blog por exemplo, há diversos artigos sobre os mais variados tipos de resíduos e suas respectivas destinações possíveis.

  • Passo 2 – Desenhe um programa de logística reversa

De nada adianta o gestor realizar toda a programação de reciclagem e não inseri-la no processo formal da organização. Por isso deve ser criado um relatório contendo as projeções de quanto a empresa economizará utilizando a logística reversa.

Após aprovado pelos demais gestores e diretoria, ele poderá ser posto em prática e divulgado a todos os funcionários.

  • Passo 3 – Estabeleça parcerias para a execução da logística reversa

A empresa só conseguirá economizar com logística reversa a partir do momento em que forem estabelecidas parcerias para a destinação dos resíduos.

Há tratadores específicos para cada tipo de material, desde eletroeletrônicos até resíduos industriais. Por isso, o uso de ferramentas especializadas, como o Mercado de Resíduos é muito importante para a localização de parceiros.

O Mercado de Resíduos é uma ferramenta online que permite que geradores de resíduos encontrem tratadores dentro das especificações desejadas.

A venda na forma de leilão permite que a empresa consiga os melhores preços possíveis, viabilizando a economia real.

Ferramentas que viabilizam a logística reversa nas empresas

Um ferramental bem preparado é fundamental para a prática bem sucedida da logística reversa. Como dissemos no tópico anterior, softwares como o Mercado de Resíduos são essenciais para empresas que precisam encontrar parceiros habilitados.

 Além da economia na logística reversa, deve-se observar também a regularidade legal, algo que o software faz automaticamente.

Outras ferramentas que são extremamente úteis para este tipo de prática são as de gestão de resíduos. Neste caso, softwares como o VG Resíduos podem ajudar.

O programa trabalha online e roda a partir de qualquer navegador web. Integrado às áreas produtivas da empresa, ele mapeia e controla a emissão, o armazenamento e a destinação de tudo o que é produzido.

Após o adequado gerenciamento, toda a documentação legal necessária é gerada automaticamente pelo software.

Desta forma ele auxilia a empresa na disponibilização dos materiais para os tratadores que executarão o restante do processo de logística reversa.

Exemplos de economia real com logística reversa

Há diversos setores da economia que estão de fato economizando uma boa quantidade de recursos ao utilizarem a logística reversa. Um exemplo muito famoso é o das empresas que destinam computadores e periféricos.

Hoje é difícil de se imaginar alguma empresa que não utilize computadores em sua operação. Destinar estes equipamentos após o fim da vida útil era, até pouco tempo atrás, um verdadeiro desafio.

Mas há alguns anos, começaram a surgir empresas especializadas em recuperar peças de computadores e equipamentos velhos.

 As peças seriam revendidas a outras empresas ou usadas na montagem de máquinas destinadas a outras operações.

Desta forma, equipamentos que possuíam valor final igual a zero, passaram a representar uma forma de receita para seus detentores.

Outro exemplo famoso é o caso dos pneus. Antes um problema ambiental gravíssimo, agora estes materiais representam matéria prima para diversos produtos.

Asfalto, grama sintética, diques e especialmente componentes da indústria cimenteira são alguns exemplos. Estes setores da economia estão de fato, conseguindo economizar através da logística reversa.

Economia na logística reversa é possível

Vimos neste artigo que é possível que as empresas consigam economizar através da logística reversa. Contudo, sem um processo bem definido e um ferramental adequado, tal missão será muito difícil de ser executada.

Por isso é essencial que as medidas adequadas (como as que indicamos neste texto) sejam tomadas para que a real economia possa ser alcançada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *